2:14

Jorge Viana desmente rumor de que poderia renunciar à vice-presidência do Senado

O vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), disse ao “Estadão Conteúdo” que “errou feio” quem afirmou que ele poderia renunciar ao cargo, caso o STF (Supremo Tribunal Federal) confirme, nesta quarta-feira (7), decisão do ministro Marco Aurélio Mello de afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência da Casa. “Nunca cogitei renunciar à vice, ou se for o caso, à presidência [do Senado]. Isso é um absurdo, nunca pensei nisso. Hoje é dia de se ter calma”, argumentou o petista. Segundo ele, a informação de que poderia deixar o posto para não ter que decidir sobre a retirada da pauta de votações da Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um teto para os gastos públicos, prevista para ocorrer na terça-feira, dia 13, teria surgido após conversas com integrantes da bancada do PMDB. “Conversei e daí já colocam na manchete que tiveram a impressão de que iria renunciar. Nunca pensei nisso”, reiterou o senador do Acre. Leia Mais

Jorge Viana desmente rumor de que poderia renunciar à vice-presidência do Senado - Pedro Ladeira/Folhapress
11:54

Para Janot, STF terá “pauta pesada” na tarde desta quarta-feira (7)

Em debate público sobre as 10 Medidas contra a Corrupção, promovido pela 5º Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal (MPF), nesta quarta-feira (7), em Brasília, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) terá uma “pauta pesada” nesta tarde. A afirmação se deu em referência à sessão que decidirá sobre o afastamento ou não de Renan Calheiros (PMDB-AL) da Presidência do Senado. Janot deverá endossar decisão liminar do ministro Marco Aurélio, que determinou o afastamento de Renan –na segunda-feira (5), o procurador-geral da República também pediu a saída do senador da Presidência da Casa.

Para Janot, STF terá "pauta pesada" na tarde desta quarta-feira (7) - Pedro Ladeira/Folhapress
11:31

OPINIÃO: Renan crê que STF o afastará da linha sucessória do Planalto, não do cargo

Renan Calheiros exalava otimismo nas conversas que teve na noite passada. Disse a aliados que espera obter uma vitória parcial no plenário do Supremo Tribunal Federal na tarde desta quarta-feira. Trabalhava com a seguinte hipótese: a maioria dos ministros da Suprema Corte votaria a favor de retirá-lo apenas da linha sucessória da Presidência da República, não do cargo de presidente do Senado. Renan soou como se lidasse com informações, não com suposições. Leia Mais

OPINIÃO: Renan crê que STF o afastará da linha sucessória do Planalto, não do cargo - Aílton de Freitas/Ag. O Globo
11:22

Jorge Viana cogita renúncia ao cargo de vice e comando do Senado pode ficar com Romero Jucá

O comando do Senado pode cair no colo de Romero Jucá, segundo-vice da Casa. Na noite de segunda (5), à saída da residência de Renan Calheiros, senadores ficaram com a sensação de que a renúncia ao cargo de primeiro-vice é considerada pelo petista Jorge Viana caso o STF confirme o afastamento do peemedebista. Leia Mais

11:19

OPINIÃO: Esperança de Renan no STF é Celso de Mello votar na frente dos demais

O ministro decano (mais antigo) do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, está propenso a divergir de seu colega Marco Aurélio no julgamento desta quarta-feira (7). Na eventualidade de decidir falar antes dos demais ministros no julgamento desta tarde, Celso de Mello pode atrair os votos de outros 4 colegas: Dias Toffoli (o voto mais seguro contra a decisão de Marco Aurélio), Ricardo Lewandowski, Rosa Weber e Teori Zavascki. O STF tem 11 ministros. Na sessão de hoje, 2 deles não devem participar. Leia Mais

11:07

Reação do Senado gera instabilidade entre os Poderes, diz senador da Rede

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) diz que a reação da Mesa Diretora do Senado de rejeitar a decisão liminar do STF (Supremo Tribunal Federal) cria uma “instabilidade entre os Poderes”. “Essa decisão é uma ofensa ao equilíbrio dos Poderes”, disse Randolfe ao UOL. Para ele, não há outro recurso judicial a ser feito contra a permanência de Renan no cargo. “Agora está com o Supremo. É a última instância.” Leia Mais

Reação do Senado gera instabilidade entre os Poderes, diz senador da Rede - Jonas Pereira/Agência Senado
11:04

‘Descumprir decisão judicial é crime ou golpe de Estado’, diz Barroso

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou nesta quarta (7) à Folha que é inadmissível que um cidadão brasileiro descumpra uma ordem judicial. “Eu não participo desse julgamento por estar impedido e portanto não quero fazer comentário sobre ele. Porém, falando em tese, diante de decisão judicial é possível protestar e apresentar recurso. Mas deixar de cumpri-la é crime de desobediência ou golpe de Estado”, afirmou. Leia Mais

'Descumprir decisão judicial é crime ou golpe de Estado', diz Barroso - Ruy Baron/Folhapress
10:48

Para juristas, Senado ficou sem comando

Ainda que tenha evitado o oficial de Justiça e se segurando na cadeira da presidência do Senado com base na decisão da Mesa Diretora de aguardar um posicionamento do plenário do Supremo Tribunal Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL) estava ciente nesta terça-feira, 6, da liminar do ministro Marco Aurélio Mello e deveria ter deixado do cargo. A avaliação é de juristas ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo. Leia Mais

Para juristas, Senado ficou sem comando - Wilson Dias/Agência Brasil
10:40

OPINIÃO: O coronel desafia o Supremo

A rebelião de Renan Calheiros contra o Supremo agravou o clima de confronto entre os Poderes. O peemedebista desafiou o tribunal ao ignorar a ordem para deixar a presidência do Senado. Além disso, radicalizou a crise com ataques ao ministro Marco Aurélio Mello, que determinou seu afastamento do cargo. Leia Mais

OPINIÃO: O coronel desafia o Supremo - Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
10:29

Saiba quem são os senadores que assinaram decisão a favor de Renan

A carta que tornou pública a decisão da Mesa Diretora do Senado de não obedecer à decisão liminar do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello e manter Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado foi assinada por oito senadores, entre eles o próprio Renan e o vice-presidente da Casa, Jorge Viana (PT-AC). Leia Mais

Saiba quem são os senadores que assinaram decisão a favor de Renan - Divulgação
10:21

Procuradores veem crime de desobediência em ação de Renan

A decisão da Mesa Diretora do Senado de apoiar a atitude de Renan Calheiros (PMDB-AL) de não acatar a determinação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio Mello, de afastá-lo da presidência da Casa é vista por procuradores da República como um crime de desobediência. Integrantes do Ministério Público Federal ouvidos reservadamente pela reportagem usam a expressão “golpe institucional” para classificar a resistência do Senado – capitaneada por Renan – em cumprir uma decisão da Suprema Corte. Leia Mais

Procuradores veem crime de desobediência em ação de Renan
10:13

Petista moderado, Jorge Viana é próximo de Lula e FHC

Possível sucessor de Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado, o senador Jorge Viana (PT-AC) é visto como um político de perfil moderado, com facilidade de interlocução e bom trânsito entre os mais diversos setores e partidos políticos. Amigos lembram que Viana governou o Acre entre 1999 e 2006 em aliança com o PSDB, fato único na época. Leia Mais

Petista moderado, Jorge Viana é próximo de Lula e FHC - Eduardo Anizelli/Folhapress
10:09

Plenário do STF deve tirar Renan de vez, avaliam especialistas

O futuro do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) é incerto, mas provavelmente seu afastamento da presidência do Senado será mantido no Supremo Tribunal Federal, segundo avaliação de advogados e juristas. Leia Mais

Plenário do STF deve tirar Renan de vez, avaliam especialistas - Aílton de Freitas/Ag. O Globo
09:53

Falta alguém capaz de fazer pacto entre Poderes, afirma analista

A disputa em torno da permanência de Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado eleva a temperatura política ao evidenciar a falta de uma figura capaz de articular um pacto entre os Poderes, na visão do cientista político Carlos Melo. Professor do Insper, ele diz que há um “colapso estrutural muito grave, não propriamente pelo conflito do dia”. Leia Mais

Falta alguém capaz de fazer pacto entre Poderes, afirma analista - Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
09:48

‘Não tenho condições de assumir’, diz Jorge Viana em apelo ao STF

O senador e vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), afirmou a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) que não quer suceder Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado. “Não tenho condições de assumir”. Leia Mais

'Não tenho condições de assumir', diz Jorge Viana em apelo ao STF - Pedro Ladeira/Folhapress
09:35

Janot se ausentará de atividades de evento do MPF para se preparar para julgamento de Renan

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, participa, na manhã desta quarta-feira (7), do debate público sobre as 10 Medidas contra a Corrupção promovido pela 5º Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal (MPF), em Brasília. Janot afirmou, na abertura do evento, que se ausentará das atividades que serão realizadas no período da tarde pois irá se preparar para o julgamento do STF que decidirá se Renan Calheiros continua ou não na Presidência do Senado –ele deve endossar a decisão liminar de Mareco Aurélio Mello.

Janot se ausentará de atividades de evento do MPF para se preparar para julgamento de Renan - Carlos Humberto/SCO/STF
09:24

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s