citado por Cláudio Tognoli – yahoo notícias – 2

 

Chegaram em Funaro, “el operador”: Temer e Cunha tremem…

Eis o que Lauro Jardim acaba de postar:

A revelação feita por “O Estado de S. Paulo” de hoje a respeito da delação premiada de Nelson Mello, ex-presidente da Hypermarcas, sobre um esquema no Congresso de compra de proteção atingiu fortemente a empresa na Bovespa.

Os investidores estão, naturalmente, punindo a Hypemarcas. Enquanto o Ibovespa sobe 1,65%, as ações da Hypermarcas caem 4,94%.

Seria natural a queda, mas o fato relevante divulgado pela empresa não ajudou muito.

Diz o texto que “o Sr. Mello autorizou, por iniciativa própria, despesas sem as devidas comprovações das prestações de serviços”.

O mercado, no fundo, duvida que alguém que teve a posição de Nelson Mello e está há tantos anos ao lado de João Alves Queiroz Filho, o dono da Hypermarcas, tenha agido de forma isolada.

De acordo com o que apurou o jornal, o delator disse ter dado R$ 23 milhões a Romero Jucá, Renan Calheiros e Eduardo Braga. O dinheiro era dado a Milton Lyra e Lucio Funaro que o distribuía aos senadores.

Bem… Sabem quem morre de medo de Lúcio Bolonha Funaro? Temer e Cunha…

Segue trecho do livro “Muito além da Lava Jato”” (editora Matrix) que fiz com Romeu Tuma Jr, e que trata de Funaro…e que tem como personagem principal Meire Poza, ex-contadora de Youssef:

“A insistência sobre Cunha vinha por outras vias.. Andrey Borges, que é procurador da República da Operação Lava Jato,  pede para a Meire encontrá-lo na rua Frei Caneca, em São Paulo. O contato é feito no feriado de nove de julho. Marcam o encontro para 13 de julho de 2015.

O procurador é direto: “Meire, vamos prender o Eduardo Cunha?” E daí ele começa a fazer 1000 perguntas sobre o deputado. Meire explica já ter ouvido, de bastidores no mercado financeiro, que o operador de Cunha é o Lúcio Funaro.

Falemos de Funaro:  no dia 15 de dezembro de 2015 a Polícia Federal e o Ministério Público Federal cumpriram na mandado de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha. Também foram alvos de mandados dois ministros, um ex-ministro, um prefeito e parlamentares – a maioria é ligada ao PMDB. O doleito Lúcio Funaro foi um dos 17 atocaiados pela operação, batizada de Catilinária.

O corretor Lúcio Bolonha Funaro já tinha um passado e tanto. Contou ao Ministério Público Federal e à Procuradoria-Geral da República que o tesoureiro João Vaccari Neto cobrava propina para intermediar negócios com fundos de pensão comandados por seus colegas de partido. É o elo Bancoop-mensalão. Funaro ouviu a proposta em reunião com o próprio Vaccari e o deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP), réu no processo do mensalão. “Ele (Vaccari) cobra 12% de comissão para o partido”, disse Funaro. “Ele (Vaccari) chamava o Delúbio de ‘professor’. É homem do Zé Dirceu. Faz as operações com fundos grandes – Previ, Funcef, Petros…”
Funaro fez acordo de delação premiada em 2005. Assim escapou do Mensalão na condição de réu-colaborador.

Como é que a Meire sabe disso que Funaro era carne e osso com Eduardo Cunha? Primeiro porque isso é um comentário geral de mercado e depois porque alguns dias antes, eu não saberia precisar quando mas um tempo antes, o operador Ari Ariza, já falamos dele, pede para conversar com a Meire, e marca um café.

Na conversa, Ari insistia em dizer que nada tinha de elos com Youssef. Mas lhe adianta o seguinte: “Inclusive, Meire, se você tiver dificuldade nessa operação e precisar de qualquer coisa, você fala comigo porque eu sou amigo do Eduardo Cunha, o Eduardo negocia com o Funaro e  eu sou amigo do Cunha também, se você precisar de qualquer coisa me diz.”
. E quando a Meire vai lá na procuradoria conversar com o Andrey Borges ela diz exatamente isso: “O que eu sei é que ele tem negócios com o Ary e o Lúcio Funaro”.

Depois que Meire lhe conta tudo isso, o procurador que estava sentado do lado dela, tomando cafezinho, levanta, dá a volta, senta na frente do computador dele e diz: “Vamos fazer um termo e você assina?”  E a ela responde: “Você está louco? Faz assim, investiga primeiro, depois que você investigar e descobrir tudo, se você tiver alguma prova contra o Eduardo Cunha, você me chama aqui e eu presto depoimento, porque eu não vou ficar aqui dizendo bobagem para você levar a termo e eu assinar, depois o Eduardo Cunha vai entrar com uma ação contra mim, quem é que me defende, você?” .

O Ministério Público estava buscando em Meire o papel de agente provocadora.
Só que a ação depois cairia sobre a Meire, daí ela pergunta para ele se ele vai ser advogado dela, se ele a defende quando ele entrar com uma ação contra ela, ele disse: “Não, mas quando eu tiver elementos, você presta de novo esse depoimento?” E daí a Meire responde: “Quando você tiver elementos você me chama, me diz quais são os seus elementos, me mostra as provas, se me convencer eu presto.”

Houve outra conversa entre Meire e o procurador Andrey Borges, numa troca de mensagens a 13 de agosto de 2015. Meire o procura para falar da renúncia da advogada Beatriz Catta Pretta:

Meire –“Bom dia Andrey, tudo bem contigo? Já ouviu os boatos sobre a renúncia da Dra. Beatriz?”,

Andrey Borges – “Oi Meire, tudo sim e contigo? Eu vi que o EC (Eduardo Cunha) estava por trás, mas não vi nada mais, o que você soube?”

Meire –“A resposta é que quem deu o recado foi o Lúcio Funaro, ele é cliente dela…Bom, esses são os boatos”
Andrey Borges –:“Não duvido… Sempre disseram que ele é meio doido hehehe”, -Meire –: “Quem me contou foi um cliente dela, faz sentido”,

Andrey Borges – “Faz mesmo, ela atuou no caso do Funaro no Mensalão e a ligação do sujeito com o Eduardo Cunha você sabe. Obrigada querida.”

  1. yahoonoticias-br reblogged this from tognolli
  2. tognolli posted this

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s