Membros do PMDB confirmam trecho de delação de Sérgio Machado

16/06/201610h14

  • Machado, ex-presidente da Transpetro, disse R$ 100 milhões foram repassados ao PMDB em sua gestão

Um trecho da delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado foi confirmado por pessoas que foram ligadas ao PMDB em 2014, ano citado no depoimento. As informações são da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

De acordo com os relatos dos peemedebistas, Temer teria reassumido a presidência do partido para arbitrar a distribuição de R$ 40 milhões encaminhados pelo PT aos parlamentares.

A retomada do posto na sigla ocorreu após alguns deputados da Câmara expressarem insatisfação pelo fato de a partilha ser desigual: para eles, só os senadores eram beneficiados com a quantia.

Michel Temer voltou ao comando do PMDB no dia 16 de julho de 2014. Na época, a Câmara era presidida por Henrique Alves, e Eduardo Cunha liderava a bancava do partido.

Delação de Machado
Em sua delação premiada na Lava Jato, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado diz que R$ 100 milhões foram repassados ao PMDB durante sua gestão na estatal.

Além do presidente interino, Machado citou políticos de PT, PSDB, PP, DEM e PCdoB.

(Com informações da Folha de S.Paulo)

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s