zap do dia 30 de janeiro de 2015

Vou começar a escrever aqui

Anúncios

É COMO NUM ZÁP !

É como num záp. De repente, a coisa acontece e você não teve a oportunidade de acompanhar a sua trajetória. Zap.

É de se concluir que as questões são percebidas, pelo menos minimamente, à luz da reflexão sobre a totalidade, coisa assim, rapidamente, com um zap!

Porém, a narrativa formulada é sempre fragmento dessa compreensão-visão. Seria preciso explicar e explicar a alguém e explicar para você também. Só que isso se tornaria uma tarefa auto-destrutiva. Quer dizer, não é bem isso, mas é isso. Garantir que seja só isso é menos complicado, pois as ilações estarão sempre permeando o mais.